Princípios

Pivô de Alta – Como identificar e tirar proveito

Pivô de Alta – Como identificar e tirar proveito



Por: Fabio Pordeus Pedrosa | 01/06/2019

Conceito

O que é um Pivô de Alta? É uma formação gráfica em que o preço de um ativo supera a máxima do topo anterior após dois fundos ascendentes. Para ficar mais claro vamos aplicar o conceito na figura em destaque.

 

 

Inicialmente há a formação do fundo F1, seguido do topo T1. Neste momento que entra o primeiro ponto importante do pivô de alta, a formação do fundo ascendente F2. O preço para de cair acima do fundo F1 e volta a subir. Na sequência temos o segundo ponto importante do pivô. O movimento de alta gerado após o fundo F2 supera a máxima do topo T1, confirmando assim o pivô de alta.

Exemplo – PCAR4

Vamos a um exemplo prático usando o gráfico diário da PCAR4. Repare que após um movimento de baixa há a formação do fundo F1, seguido de um bom movimento de alta. A reversão deste movimento proporcionou a formação do topo T1.

 

 

Repare que na sequência houve a formação do fundo F2 acima do fundo F1, ou seja, fundo ascendente. Quando ocorre a confirmação do pivô de alta? Excelente, quando há a superação do topo T1, conforme destacado pelo ponto A.

Quais são os fatores que aumentam a importância do pivô de alta?

1. Um fechamento acima da máxima do topo anterior – T1. No exemplo da PCAR4 isso ocorreu no dia posterior ao da confirmação do pivô de alta, conforme destacado pelo ponto B.

2. Volume acima da média na confirmação do padrão. Observe que o volume gerado do dia destacado pelo ponto A foi superior à média dos dias anteriores.

Alguns analistas de mercado com o objetivo de lucrar durante a tendência de alta, costumam comprar um ativo na confirmação do pivô.

Significados

Quais são os significados de um Pivô de Alta? Este padrão gráfico pode significar o início ou a continuidade de uma tendência de alta do preço. Para facilitar o entendimento observe as figuras 1 e 2 que destacam a formação do pivô de alta.

 

 

Qual a diferença entre as duas figuras? Correto, os movimentos que antecedem o pivô de alta. Na figura 1 há uma tendência de baixa, caracterizada por topos e fundos descendentes. Neste caso, a formação do pivô significou o fim desta tendência e o ínicio de uma tendência de alta.

Na figura 2 já havia uma tendência de alta, caracterizada por topos e fundos ascendentes. Neste caso, a formação do pivô significou a continuidade da tendência vigente.

Qual a formação de pivô mais importante, a apresentada na figura 1 ou 2? O pivô de alta da figura 1 tem um peso um pouco maior por dar início a tendência de alta. No entanto, ambas são importantes por representarem uma força maior dos compradores, o que aumenta a chance do preço continuar o movimento de valorização.


FONTE: Dolton Vieira - Acesse