Ações

Fundador da Ser quer levar plataforma de EAD para a Nasdaq

Janguiê Diniz adquiriu o controle da Edulabzz, startup que cresceu quase 500% na pandemia

Fundador da Ser quer levar plataforma de EAD para a Nasdaq



Por: Fabio Pordeus Pedrosa | 04/05/2021

Dando continuidade a uma série de aquisições, Janguiê Diniz, fundador do grupo Ser Educacional (SEER3), adquiriu o controle da startup educacional Edulabzz por meio do seu Venture Capital Epitychia. O valor da transação não foi revelado. Com exclusividade ao E-Investidor, o empresário afirma que seu objetivo é abrir o capital da startup na Nasdaq, a bolsa de valores norte-americana com foco em tecnologia.

“A Edulabzz é uma empresa que almeja um crescimento avançado, numa escala muito rápida. Tanto é que agora na pandemia, em um ano, cresceu quase 500%. Se for nesse ritmo, em pouco tempo terá um faturamento e uma margem altos, que poderão proporcionar uma abertura de capital”, explica Diniz.

Como a empresa é focada em tecnologia, o empresário mira abertura no exterior pois, em sua avaliação, o valuation da startup poderia ser mais elevado na Nasdaq do que na bolsa brasileira – ainda que a B3 não esteja totalmente descartada. “O foco é abrir fora. Mas vamos refletir sobre o IPO no Brasil”, sinaliza Diniz.

O crescimento da Edulabzz foi de cerca de 445% desde o início da pandemia, devido ao aumento na procura por soluções tecnológicas com foco em educação, por escolas, universidades e empresas. Entre os clientes, estão nomes como Ser Educacional, Sistema de Ensino J. Piaget e Instituto Êxito de Empreendedorismo.

Por conta da crise, a empresa adicionou novas funções ao pacote Toolzz, uma espécie de Netflix da educação em que cada instituição pode criar sua plataforma de ensino. Salas de aula remotas, transmissões ao vivo, grupos de estudo e sistema de criação de provas e de correção de atividades foram algumas dessas inovações em tempos de aula no confinamento.


FONTE: Estadão - Acesse