Ações

Warren Buffett confirma sucessor e encerra anos de especulações

Greg Abel assumirá o comando da Berkshire Hathaway quando o investidor de 90 anos renunciar

Warren Buffett confirma sucessor e encerra anos de especulações



Por: Fabio Pordeus Pedrosa | 05/05/2021

Quando Warren Buffett deixar a liderança da Berkshire Hathaway, seu lugar-tenente Greg Abel assumirá o comando, confirmou o investidor bilionário na segunda-feira (3), pondo fim a anos de especulações sobre seus planos de sucessão.

“Os diretores concordam que, se algo acontecesse comigo esta noite, seria Greg quem assumiria amanhã de manhã”, disse Buffett à CNBC.

A confirmação de Buffett ocorreu após a reunião anual da Berkshire no fim de semana, onde os executivos responderam a uma série de perguntas sobre a volatilidade do mercado de ações e o futuro do conglomerado. Em resposta a uma pergunta sobre se a Berkshire poderia se tornar muito complexa para administrar, o vice-presidente Charlie Munger revelou inadvertidamente as cartas da empresa, dizendo que “Greg manterá a cultura”.

A Berkshire não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Buffett já havia observado que a composição descentralizada da empresa dependia da cultura certa. E Munger explicou que Abel, 59 anos, que atualmente supervisiona as operações não relacionadas a seguros da empresa, manteria esse espírito.

Em 2018, Buffett nomeou Abel vice-presidente, um movimento que os observadores do mercado viram como a preparação para uma possível sucessão. Buffett já havia dito aos acionistas que a empresa pretendia escolher executivos-chefes que são candidatos internos e já são bem conhecidos do conselho. Alguns consideraram Ajit Jain, outro lugar-tenente que também foi nomeado vice-presidente ao lado de Abel em 2018, como o sucessor de Buffett. Mas Jain, de 69 anos, é uma década mais velho que Abel. E Buffett disse que o conselho acredita que os CEOs devem ser relativamente jovens, para garantir um mandato mais longo.

A Berkshire elogiou a experiência de Abel e seu histórico de sucesso na gestão de negócios de energia da empresa. Antes de sua promoção a vice-presidente de operações não relacionadas a seguros em 2018, Abel foi CEO da Berkshire Hathaway Energy de 2008 a 2018. Ele ingressou na empresa em 1992.

Os acionistas vinham observando atentamente as dicas dos planos de Buffett e que direção a empresa tomaria se e quando o executivo de 90 anos se aposentasse.

Com sede em Omaha, Nebraska, a Berkshire Hathaway tem mais de US$ 145 bilhões em dinheiro e investimentos de curto prazo. Possui mais de 90 empresas que abrangem uma variedade de setores, como ferrovias, móveis e joalherias. A holding também tem grandes participações nos gigantes corporativos Apple, Kraft Heinz e Bank of America.


FONTE: Estadão - Acesse